Comigo.

15 05 2008

Talvez eu quisesse me enganar

E o que eu sei, se ninguém sabe que eu sei, existe?

Se já morreram as amigas que sabiam do segredo morreu o segredo, mais a lembrança ainda me emociona.

Dos livros que li, dos que esqueci, dos que me fizeram chorar, fazem parte de mim.

E as músicas que sabíamos juntas? Ninguém mais sabe e você se foi.

E ninguém quer saber.

Estou fingindo de ser no orkuts/myspace/blog… e afins.

Estou sem dinheiro pra ser na vida real. Você se foi talvez sabendo que agora dinheiro é ser e não ter, como quando existíamos juntas.

Dessa vidinha que vivo é trabalho, do lúdico eu sinto tudo sozinha.

Sempre foi assim? Pra todo mundo?

E querer a ilusão de volta seria errado. Mas estou viva.

Dentro de mim o universo delira. Comigo.

(Para; Patrícia Renata, Marcão, Andréia Loka)

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: